Assista Pela Tv

20 May 2019 11:46
Tags

Back to list of posts

<h1>Simpatia Para Arrumar Namorado</h1>

<p>Mesmo ficando juntos somente 3 cap&iacute;tulos, o casal gay de Ti-ti-ti, Osmar (Gustavo Le&atilde;o) e Julinho (Andr&eacute; Arteche), conquistou o p&uacute;blico. O sucesso dos 2 emocionou a autora da novela, Maria Adelaide Amaral, que confessou que n&atilde;o aguardava que a aceita&ccedil;&atilde;o fosse t&atilde;o grande. Enquete praticada com os leitores do R7 indica que mais de 80% gostariam de ver os 2 juntos mais tempo na novela, como forma de combater o preconceito contra os homossexuais. Por&eacute;m, Osmar morreu num acidente, nesta quinta (22), deixando Julinho inconsol&aacute;vel.</p>

<p>Em entrevista exclusiva, Maria Adelaide comemora o feito dos protagonistas, elogia seus int&eacute;rpretes, explica por que Osmar teve de morrer e revela que pretende arrumar um novo namorado para Julinho no decorrer do folhetim. Na Alb&acirc;nia, Mulheres 'viram' Homens - Voc&ecirc; esperava que o casal Julinho e Osmar fizesse tanto sucesso? Maria Adelaide Amaral - N&atilde;o mesmo!</p>

<p>R7 - Como voc&ecirc; avalia a forma como ilustrou o casal gay na sua novela? Maria Adelaide - Acho que a maneira n&atilde;o poderia ser mais digna. R7 - O que voc&ecirc; achou do funcionamento dos atores Andr&eacute; Arteche e Gustavo Le&atilde;o? Maria Adelaide - A atua&ccedil;&atilde;o foi boa, j&aacute; que tanto o Gustavo quanto o Andr&eacute; s&atilde;o heterossexuais. R7 - Em enquete consumada com os internautas do Quer Ser O Namorado Da Fab&iacute;ola Rabo De Arraia? , os leitores do R7 ratificaram que gostariam de enxergar o casal gay mais tempo no ar. O Osmar tinha mesmo de morrer t&atilde;o no comecinho da novela? Maria Adelaide - Estava calculado na sinopse. R7 - O Julinho ter&aacute; oportunidade de tomar outro carinho? Maria Adelaide - Ser&aacute; dificultoso descobrir outro companheiro como Osmar, no entanto isso, cedo ou tarde, vai suceder.</p>

<p>Vale at&eacute; usar pretextos que n&atilde;o s&atilde;o necessariamente verdadeiros para que o inimigo se contradiga e, assim sendo, seja mal visto pelos eleitores. Exemplo: Vanessa E Clara Protagonizam Barraco Em Festividade E Se Reconciliam Com Beijo O Dia do segundo turno pela Prefeitura de S&atilde;o Paulo promovido pelo SBT, Serra (PSDB) pergunta a Haddad (PT) a respeito de os planos que ele tem para pra&ccedil;as e parques. Porventura sem resposta adequada, o petista desvia do foco comentando de saneamento essencial. Haddad faz uso bem como do recurso ret&oacute;rico denominado como non sequitur, qualquer coisa como “sem sequ&ecirc;ncia”, em que descontinua um assunto. O non sequitur assim como podes ser, mas n&atilde;o necessariamente &eacute;, uma maneira de distrair o interlocutor (logo no come&ccedil;o do v&iacute;deo).</p>

<p>Recursos usados sempre com o foco de encurtar o inimigo e faz&ecirc;-lo parecer jeca perante os que o escutam. E tamb&eacute;m ferir a autoestima do rival e quem domina lev&aacute;-lo a relatar batatadas, podes ser uma maneira de conquistar a torcida. Sem bem usada, &eacute; claro — do inverso, o orador poder&aacute; angariar antipatia. Exemplo: “Sabe uma coisa que eu invejo em voc&ecirc;, Fernando? A t&eacute;cnica de n&atilde;o expressar nada”, argumentou Serra a Haddad no debate do SBT (aos 2’40” do v&iacute;deo).</p>

<p>Ajudam o espectador a dominar quest&otilde;es algumas ou que n&atilde;o lhe s&atilde;o familiares, a come&ccedil;ar por algo que prontamente &eacute; bem popular. O presidente Lula ficou famoso pelas suas met&aacute;foras, que aproximavam d&uacute;vidas pol&iacute;ticas complexas do universo de seus eleitores. Seria Uma R&aacute;pido Hist&oacute;ria Daquela Indica&ccedil;&atilde;o? : Em 2008, o presidente comparou a decad&ecirc;ncia econ&ocirc;mica a uma diarreia em discurso. Literariamente, podes ser um horror, contudo entre o eleitorado do petista tem uma legal receptividade.</p>

<p>Os marqueteiros pol&iacute;ticos sabem disso: como esta de ocorre pela publicidade, uma campanha eleitoral precisa ter frases de efeito, senten&ccedil;as que sejam f&aacute;ceis de memorizar e que passem a mensagem desejada. Modelo: Na campanha de Haddad (PT), o candidato utiliza a express&atilde;o “novo” pra tudo. &Eacute; “um novo homem” para “uma nova cidade” e para “um novo tempo”. Essa t&eacute;cnica da repeti&ccedil;&atilde;o, na ret&oacute;rica, bem como podes ser chamada de ad nauseam ou an&aacute;fora.</p>
<ul>
<li>6 S&eacute;culo XX: revolu&ccedil;&atilde;o sexual</li>
<li>COMO FAZER UM EMAIL MARKETING</li>
<li>Primeiro de tudo, o conhe&ccedil;a, saiba quem ele &eacute;</li>
<li>Sem pressa</li>
</ul>

<p>Diversas figuras de linguagem usadas pela ret&oacute;rica s&atilde;o usadas pelos pol&iacute;ticos. Observar a debates &eacute; quase uma aula pr&aacute;tica de orat&oacute;ria. “&Eacute; ent&atilde;o que eles surtem efeito”, diz Sam Leith, autor do livro You Talkin’ To Me? Rhetoric From Aristotle to Obama (Voc&ecirc; est&aacute; falando comigo? Ret&oacute;rica de Arist&oacute;teles a Obama), lan&ccedil;ado no Reino Unido no ano anterior e ainda n&atilde;o editado no Brasil.</p>

<p>Tr&iacute;ades, em que s&atilde;o usados tr&ecirc;s termos numa frase s&oacute;, como “Sangue, suor e l&aacute;grimas” ou “Vida, liberdade e a pesquisa da felicidade”, aparecem em todos os discursos. Eles bem como usam an&aacute;foras, no momento em que uma frase ou express&atilde;o &eacute; repetida sucessivamente no in&iacute;cio de imensas senten&ccedil;as, a fim de enfatizar o que est&aacute; sendo dito, como em “Quando fui Ministro da Educa&ccedil;&atilde;o, elaborei escolas.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License